Banco Santander

3 de Junho de 2019 às 10:16

Câmara de SP convoca executivos do Santander a depor em CPI

O banco espanhol Santander está sendo investigado como pessoa jurídica pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito da Sonegação Tributária), que apura possíveis fraudes e sonegações fiscais de empresas com atuação em São Paulo. Por conta disto, a Justiça paulista determinou a condução coercitiva do presidente do banco espanhol no Brasil, Sérgio Rial, e outros 14 membros da cúpula.

A investigação é direcionada às empresas que possuem CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) registrado em municípios com alíquota menor de ISS (Imposto Sobre Serviços). O Santander teria uma empresa de leasing com sede em Barueri e, por isto, não recolhe impostos ao município.

O banco é investigado pela CPI por supostamente manter, entre 2014 e 2017, a sede de sua empresa Santander Leasing fora de São Paulo (em Poá e Barueri) para pagar uma alíquota menor de ISS. Segundo a Câmara, em 2018 a empresa se mudou para a capital e, desde então, paga normalmente os impostos à cidade.

Por isso na próxima quinta-feira(06), ele terá que comparecer a Câmara Municipal de São Paulo onde o presidente da instituição e executivos do Santander serão ouvidos como testemunha e terão direito ao silêncio, mas a direção da empresa afirma que vai recorrer da decisão.



Diretoria

Walter Teruo Ogima
Diretor Financeiro
Laudelino Vieira dos Santos
Diretor de Formação Sindical
Marcos Mota Medalha
Diretor de Esporte, Cultura e Lazer
Gilberto Benites
Titular
Paulo Rodrigues de Castro
Suplente
Ronaldo da Silva Costa
Suplente

Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884