Banco Santander

3 de Junho de 2019 às 10:16

Câmara de SP convoca executivos do Santander a depor em CPI

O banco espanhol Santander está sendo investigado como pessoa jurídica pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito da Sonegação Tributária), que apura possíveis fraudes e sonegações fiscais de empresas com atuação em São Paulo. Por conta disto, a Justiça paulista determinou a condução coercitiva do presidente do banco espanhol no Brasil, Sérgio Rial, e outros 14 membros da cúpula.

A investigação é direcionada às empresas que possuem CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) registrado em municípios com alíquota menor de ISS (Imposto Sobre Serviços). O Santander teria uma empresa de leasing com sede em Barueri e, por isto, não recolhe impostos ao município.

O banco é investigado pela CPI por supostamente manter, entre 2014 e 2017, a sede de sua empresa Santander Leasing fora de São Paulo (em Poá e Barueri) para pagar uma alíquota menor de ISS. Segundo a Câmara, em 2018 a empresa se mudou para a capital e, desde então, paga normalmente os impostos à cidade.

Por isso na próxima quinta-feira(06), ele terá que comparecer a Câmara Municipal de São Paulo onde o presidente da instituição e executivos do Santander serão ouvidos como testemunha e terão direito ao silêncio, mas a direção da empresa afirma que vai recorrer da decisão.



Diretoria

Marcos Mota Medalha
Segundo Secretario
Walter Teruo Ogima
Diretor Financeiro
Laudelino Vieira dos Santos
Diretor de Formação Sindical
Dulcinéia Duarte Machado
Suplente
Emerson Azambuja Peral
Suplentes
Ronaldo da Silva Costa
Suplente

Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884