Notícias

1 de Janeiro de 2001 às 23:59

Banco do Brasil anuncia corte na despesa de pessoal

Em meio à negociação dos planos de cargos e salários e de cargos comissionados, o Banco do Brasil anunciou um programa de redução de custos que pegou o funcionalismo de surpresa. Segundo nota oficial do banco, o Conselho Diretor aprovou na segunda-feira a implantação de diversas medidas para melhorar o índice de eficiência operacional. Com isso, o BB espera “diminuir significativamente” as suas despesas administrativas até o final do ano. A Confederação Nacional dos Bancários (CNB/CUT) e a Comissão de Empresa dos Funcionários enviaram um ofício ao BB repudiando a decisão unilateral do banco. “Espanta-nos o fato de o banco veicular este tipo de deliberação para os funcionários, sem sequer termos chegado a um consenso sobre o PCC e PCS”, diz trecho da carta, assinada pelo coordenador da Comissão de Empresa, Marcel Barros. Os bancários ainda exigem a imediata suspensão do processo de redução de despesa de pessoal. É que a primeira medida anunciada pelo banco foi o bloqueio de quase mil vagas nas diretorias e unidades da direção geral e redes de apoio aos negócios e à gestão. O BB também quer que as diretorias e unidades apresentem plano de redução de custos até o dia 31 de março, com a redução de 10% na sua estrutura de custos, “sendo no mínimo 50% desse montante no quadro de pessoal”. “Repudiamos veementemente a forma que esta direção vem tratando assuntos que dizem respeito aos funcionários do Banco do Brasil, sem a participação dos seus representantes. Solicitamos ainda, que seja agendada uma reunião para discutirmos o assunto”, conclui o ofício dos bancários.



Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884