Notícias

1 de Janeiro de 2001 às 23:59

Unibanco não vai amortizar ágio na distribuição da PLR

A direção do Unibanco disse ao Sindicato, nesta terça-feira, dia 14, que vai seguir o exemplo do Itaú e do Bradesco e não vai considerar a amortização do ágio para fazer o cálculo de pagamento da PLR aos seus funcionários. Segundo o lucro do terceiro trimestre, no dia 9, o Unibanco teve seu lucro líquido diminuído, influenciado pela amortização de ágios. Mesmo assim, o banco lucrou R$ 106,1 milhões no terceiro trimestre deste ano (queda de 77,6% em relação ao mesmo período de 2005). Se não descontasse os ágios, o lucro do Unibanco seria de R$ 1,634 bi, ou seja, R$ 566 mi a mais. O lucro do Itaú (R$ 71 mi) e do Bradesco (R$ 219 mi) já haviam sido anunciados.



Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884