Notícias

1 de Janeiro de 2001 às 23:59

Sindicatos garantem pagamento da PLR do Itaú

São Paulo – O Itaú não se utilizará do abatimento do ágio - da compra do BankBoston - no lucro do banco para rebaixar o pagamento da PLR de dois salários para os funcionários. Esta foi a garantia conquistada pelo Sindicato junto ao banco durante negociação entre trabalhadores e a direção da empresa. Também está garantindo o pagamento do valor adicional à PLR que varia entre R$ 1000 e RS 1500. “O pagamento da diferença, da primeira parcela da PLR, para os dois salários a ser creditada até março de 2007, está garantida dentro das regras firmadas no acordo coletivo, tanto para bancários do Itaú quanto para do BankBoston, independentemente da operação contábil”, disse o presidente do Sindicato Luiz Cláudio Marcolino. Em relação ao PCR, o Sindicato ainda não assinou acordo com o Banco por discordar dos valores e das regras apresentadas. “Estamos em processo de negociação do PCR. Apostamos na retirada de travas e na melhora dos valores a serem distribuídos”, completou Marcolino. Mesmo com os gastos empregados na compra do BankBoston, o Itáu lucrou R$ 71 milhões no terceiro trimestre deste ano. Sem o desconto do ágio pago pelo BankBoston, o Itaú somaria lucro líquido de R$ 1,549 bilhão, o que representaria um aumento nos ganhos de 14,7% em relação ao mesmo período do ano passado. O Itaú contabilizou de uma só vez o ágio de R$ 2,598 bilhões do Boston, o que provocou um efeito líquido negativo de R$ 1,764 bilhão no resultado. O Itaú No acumulado de janeiro a setembro, o lucro do banco foi de 3,029 bilhão, 20,8% menor do que em igual período de 2005 (R$ 3,827 bilhões). Sem a contabilização da compra do BankBoston, o resultado dos nove primeiros meses deste ano sobe para R$ 4,8 bilhões. Elisângela Cordeiro - 31/10/2006



Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884