Notícias

1 de Janeiro de 2001 às 23:59

Ramo Financeiro tem novembro quente

A Campanha Nacional dos Bancários acabou este mês, mas novembro começa com várias rodadas de negociações específicas agendadas e uma programação preparada pela Contraf-CUT voltada para a formação e qualificação dos dirigentes sindicais. Somente nos nove primeiros dias do mês, quatro negociações estão marcadas. No dia 1º, quarta-feira, a negociação é com o Banestes, quando os bancários do Espírito Santo esperam resolver os impasses e fechar um acordo. Conquista da Campanha Nacional deste ano, a Contraf-CUT e a Fenaban reúnem-se no dia 7 para negociar questões específicas de saúde. Os bancários garantiram durante a Campanha a mesa temática para discutir as reivindicações da categoria sobre saúde. No dia 8 de novembro, a Contraf-CUT e a Caixa reúnem-se para a primeira rodada de negociações após a assinatura do Acordo de Trabalho. Ainda há uma série de reivindicações específicas que os empregados querem resolver com o banco. No dia 9, é a vez dos trabalhadores da empresa Fidelitty, antiga Prosservvi, negociar com os patrões. A empresa presta serviço para vários bancos. SEMINÁRIOS - A Contraf-CUT também preparou para a primeira quinzena de novembro dois seminários de formação e qualificação de dirigentes sindicais. Nos dias 6 e 7, o evento é voltado para os coordenadores das Comissões de Organizações dos Empregados dos bancos privados. Já nos dias 9 e 10, o seminário é específico sobre negociação para os dirigentes do Bradesco e Unibanco. Fonte: Contraf-CUT



Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884