Caixa Federal

11 de Julho de 2019 às 09:43

Presidente da Caixa não vai a audiência na Câmara

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, não compareceu à audiência pública, realizada na Câmara Federal, nesta terça-feira (09/07). Na ocasião, deveria dar explicações sobre as medidas que comprometem a atuação do maior banco público da América Latina.

Ao assumir a presidência da instituição, em janeiro, Pedro Guimarães, anunciou a venda de quatro áreas rentáveis e estratégicas. É o caso da Lotex. Em 2018, as loterias arrecadaram R$ 13,9 bilhões e R$ 5,2 bilhões foram transferidos para programas de esporte, cultura, segurança, educação e saúde.

Na lista, tem ainda as áreas de cartões, seguros e asset. O banco também perdeu a gestão do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), abrindo o caminho para a privatização, e teve o quadro de empregados reduzido. Especialistas criticam as medidas e alertam para uma possível venda do banco que hoje atende 82,7 milhões de brasileiros. 

Pedro Guimarães realmente tem muito o que esclarecer, mas a ausência na audiência pública de terça-feira (09/07) não surpreende. O descaso é bem característico do governo Bolsonaro. Recentemente, foi o ministro da Justiça Sérgio Moro que fugiu do debate ao ser questionado sobre a relação promíscua que mantinha com procuradores da Lava Jato. 



Diretoria

Edson Claudio Rigoni
Secretario Geral
Wagner Katsumi Takahachi
Suplente
Benilson de Lázari
Suplente

Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884