Notícias

1 de Janeiro de 2001 às 23:59

Lucro do Itaú cai para R$ 71 mi no 3º trimestre com impacto do BankBoston

O banco Itaú registrou lucro líquido de apenas R$ 71 milhões no terceiro trimestre deste ano, contra R$ 1,352 bilhão em igual intervalo de 2005. A queda de quase 95% no resultado do banco se deve ao impacto da contabilização da compra do BankBoston do Brasil, anunciada em maio último. A amortização do ágio pago pelo BankBoston causou um efeito negativo de R$ 1,763 bilhão no balanço do Itaú. Desconsiderando esse impacto, o lucro do Itaú atingiria R$ 1,835 bilhão e ficaria 35,7% superior ao do mesmo trimestre do ano passado. No acumulado de janeiro a setembro, o lucro do banco foi de 3,029 bilhão, 20,8% menor do que em igual período de 2005 (R$ 3,827 bilhões). Em maio deste ano, o Itaú anunciou que pagaria US$ 2,2 bilhões em ações ao Bank of America para assumir as operações do BankBoston no país. O ágio é a diferença a mais na compra de um título, ação, bem ou moeda, entre o valor nominal (oficial) e o valor pago pelo comprador. Esse ágio pode ser contabilizado como uma perda no balanço financeiro da empresa que fez a aquisição, o que reduz o seu lucro tributável. Nas transações entre empresas privadas, o ágio é amortizado (abatido) do lucro tributável em parcelas mensais no prazo de cinco a dez anos. O Itaú é o segundo grande banco privado que atua no Brasil a divulgar resultados. O primeiro foi o Santander Banespa, que obteve lucro de R$ 890 milhões de janeiro a setembro de 2006. Bradesco e Unibanco divulgam balanços na próxima semana. Dias 6 e 9, respectivamente.



Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884