Banco Itaú

2 de Agosto de 2019 às 08:30

Itaú anuncia PDV e deve demitir mais de 6 mil funcionários

No mesmo dia em que divulgou lucro de R$ 13,9 bilhões no primeiro semestre de 2018, o Itaú anunciou um Plano de Desligamento Voluntário (PDV) pelo qual pretende demitir 6,9 mil bancários.

O anuncio foi feito na segunda-feira(29), e teve início nesta quinta-feira, 1º de agosto, até o dia 31/8.

O anúncio foi feito em comunicado divulgado ao mercado, e vale para "todas as empresas controladas exclusivamente pelo Itaú Unibanco Holding S.A. no Brasil". O banco apresentou duas formas de desligamento. O funcionário que quiser aderir ao PDV poderá escolher entre:
A) Receber meio salário para cada ano trabalhado na empresa, sem ultrapassar o limite de 6 salários, mais a manutenção do plano de saúde por 5 anos

B) receber meio salário para cada ano trabalhado na empresa, sem ultrapassar o limite de 10 salários, mais a manutenção do plano de saúde por 2 anos.

A preocupação do movimento sindical é também com os trabalhadores que continuarão no banco e que em muitas áreas já trabalham sobrecarregados, situação que irá se agravar com mais esse PDV.

O Itaú foi o segundo banco a anunciar um plano de desligamentos de funcionários. O Banco do Brasil informou também anunciou um Programa de Adequação de Quadros (PAQ) de funcionários no banco.

Altos lucros

O lucro líquido contábil do Itaú de R$ 6,815 bilhões no segundo trimestre de 2019, crescimento de 9,1% na comparação com o mesmo período do ano anterior, mostra que o banco tem plenas condições de contratar mais funcionários. A redução dos quadros só irá aumentar a sobrecarga e assédio contra os trabalhadores, já bastante pressionados por metas impossíveis!

 



Diretoria

Ronaldo Ferreira Ramos
Presidente
Raul Lidio Pedroso Verão
Diretor Regional
Valdinei Rodrigues de Araujo
Diretor Org. Sup. Adm.
Márcia Regina A. Vieira
Suplente

Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884