Banco do Brasil

27 de Setembro de 2019 às 09:59

Impasse: BB não aceita negociar soluções para a Cassi

Entidades representativas dos funcionários do BB estiveram em reunião com a direção do banco na última quarta-feira (25/09) para esclarecer a posição da entidade com a atual situação da Cassi. A reposta foi direta e muito desrespeitosa: não a todas reivindicações dos associados para reabrir as negociações para resolver o déficit da Cassi.

A direção do BB somente afirmou que não é viável a reabertura da mesa, já que os limites e as premissas permanecem inalterados em relação à proposta de maio, aprovada, mas sem encaminhamento devido à falta de quórum na votação.

O banco não aceita novas propostas, assumindo uma postura irredutível, nem altera as ofertas anteriores. O BB só aceita arcar com os valores negociados no início do ano se forem cumpridas premissas e limites definidos pelos órgãos externos.

O processo de negociação se arrasta desde maio, quando os associados recusaram o projeto negociado com o banco e colocaram em votação. Neste período, foi reivindicada a reabertura das discussões para construir uma nova proposta que contemple as aspirações e interesses dos membros.

Para todos dos funcionários do BB, a Cassi é muito mais do que um plano de saúde. Os benefícios não se estendem somente para quem o utiliza, mas para o próprio banco. A defesa por um plano sustentável deve ter a participação de todos os associados para garantia justa da Cassi.

 



Diretoria

Carlos Alberto Longo
Vice-presidente
Alcindo Machado Franco
Suplente
Marcos Pereira Araújo
Suplente
Claúdio Aparecido dos Santos
Suplente
Daniela M. da Costa
Suplente
Christian Luiz Pereira
Suplente

Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884