Notícias

4 de Janeiro de 2019 às 11:27

Bolsonaro fala em por fim à Justiça do Trabalho

O enfraquecimento dos direitos e relações trabalhistas é pauta prioritária do governo. Em recente entrevista, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que pode acabar com a Justiça do Trabalho. Também mostrou grande simpatia pela reforma trabalhista e prometeu aprofundá-la. 

Bolsonaro afirmou que há um "excesso de proteção" aos trabalhadores e que os processos trabalhistas devem tramitar na Justiça comum, como acontece no exterior. O presidente alegou que o Brasil é o único país do mundo a ter um ramo especializado da Justiça, o que não é verdade. Na Alemanha existe desde 1890. Nova Zelândia, desde 1894 e França, desde 1806.     

Durante a entrevista, Bolsonaro disse que estuda seriamente o caso e havendo clima vai fazer a proposta e extinguir a Justiça do Trabalho. Quer dizer, se a situação já está ruim para o trabalhador brasileiro, certamente vai piorar daqui para frente. Os acenos à retirada de direitos estão com força total. 

A Justiça do Trabalho é responsável por conciliar e julgar as ações judiciais entre trabalhadores e empregadores e outras controvérsias decorrentes da relação de trabalho, bem como as demandas que tenham origem no cumprimento de próprias sentenças, inclusive as coletivas. 

 Por: Ilana Pêpe



Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884