Banco do Brasil

7 de Maio de 2018 às 10:06

BB apresenta proposta para a Cassi

O BB apresentou nova proposta para a Cassi. As mudanças oneram todos os associados, transformando a contribuição extraordinária em permanente e estabelecendo cobrança por dependente.

Além disso, o banco propõe o fim da paridade na gestão, com duas diretorias nas mãos de representantes do mercado e voto de minerva para o patrocinador. Pela proposta, a contribuição do banco se mantém em 4,5% e a dos associados passa para 4%, o que torna a contribuição extraordinária de 1%, que valeria até dezembro de 2019, em permanente.

A proposta não menciona o aporte do banco de cerca de R$ 300 milhões para a Cassi. A Contribuição por Dependente estabelece valor base de R$ 360,57. Aposentados teriam de contribuir com 100% do valor base para primeiro dependente e mais 20% para o segundo em diante (R$ 72,11). Já para os ativos seria 40% do  valor base por dependente até o terceiro (R$144,23 por dependente) mais 20% (R$72,11) a partir do terceiro dependente.

Para o movimento sindical, os diretores eleitos não podem se furtar do debate. Precisam manifestar posição sobre a proposta, que penaliza os associados. Por sua vez, entidades de representação devem ter claro que a sua principal atribuição é proteger os direitos dos associados.



Diretoria

Carlos Alberto Longo
Vice-presidente
Alcindo Machado Franco
Suplente
Marcos Pereira Araújo
Suplente
Claúdio Aparecido dos Santos
Suplente
Daniela M. da Costa
Suplente
Christian Luiz Pereira
Suplente

Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884