Notícias

1 de Janeiro de 2001 às 23:59

Banco é condenado a pagar r$ 150 mil por assédio

O Banco Bradesco foi condenado a pagar R$ 150 mil a uma funcionária da Bahia que acusou a instituição de assediá-la moralmente e de pressioná-la psicologicamente para que ela atingisse as metas de vendas. O banco já recorreu à sentença no Tribunal Regional do Trabalho do Estado. A ação foi impetrada por Joyce Dias Machado, segundo o site Espaço Vital. Ela foi contratada como escriturária na agência de Guanambi. No processo, a funcionária acusa o banco de obrigá-la a exercer a função de vendedora de serviços e de pressionar para que ela atingisse as metas estabelecidas. Segundo a decisão judicial, o banco ameaçava demitir todos os funcionários que não atingissem as metas de vendas, mesmo não sendo essa sua função. A acusação foi comprovada por meio de testemunhas. De acordo com os autos, a funcionária trabalhava cerca de nove horas diárias com apenas 15 minutos de intervalo para repouso e alimentação. Pressionada, a mulher pedia ajuda aos colegas para cumprir as metas. Quarta-feira, 01 de Novembro de 2006 Fonte: Douradosnews



Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884