Notícias

1 de Janeiro de 2001 às 23:59

Assedio Moral é o tema de hoje na Rádio Bancários

Conclusões da campanha contra o assédio moral, iniciada ano passado pelos bancários revelam que quase 40% dos trabalhadores de banco já passaram por situações constrangedoras no trabalho. A média nas empresas privadas é de que aproximadamente 60,7% dos trabalhadores sofrem de tensão, nervosismo ou estresse. Outros sintomas identificados são cansaço, tristeza, insônia e dor de cabeça. Na Rádio Bancários o pesquisador Roberto Heloani destaca o assunto. Uma das principais queixas foi o déficit de funcionários nos bancos. O excesso de trabalho, com a grande carga horária na jornada de trabalho e a competição entre os trabalhadores também foram muito citados. Embora “as leis do silêncio e do medo” imperem a respeito do assunto, o assedio que muitos empregados são submetidos também obteve alto índice. Ainda de acordo com a pesquisa, poucas pessoas, apenas 5,2%, já comentaram com algum amigo ou familiar sobre o assunto. O resultado é mais assustador quando se trata de ajuda profissional. Quase nenhum dos entrevistados afirmou procurar algum órgão competente, como os sindicatos. O estudo foi realizado em 25 estados. Os questionários foram feitos através de e-mails ou visitas feitas pelos dirigentes. Foram entrevistados 2.609 bancários. Existe um certo equilíbrio com as amostras femininas (48%) e masculinas (51%).



Sindicato dos Bancários de Dourados e Região - MS

Rua Olinda Pires de Almeida, 2450 Telefone 0xx67 - 3422 4884